terça-feira, março 30, 2010

X-treme-turism-ultra-marathon-em-BTT-que vou fartar-me de pedalar_2010 (Sexta-feira 2 de Abril)

Um dos objectivos do x-treme-turism-ultra-marathon-em-BTT-que vou fartar-me de pedalar-2010 é proporcionar um evento de qualidade a todos os participantes. A parte logística assume sempre um papel relevante, e conscientes disso limitámos as inscrições a todos os interessados! Porém, com a aproximação das últimas vagas, houve uma afluência enorme, tendo o nº de participantes superado o limite em cerca de 60%.
Face a isto, começámos a rever os nossos planos e a tomar diligências, por forma a assegurar as condições a todos os participantes.

O passeio com cariz turístico tem como função deixar o rabo pisado, usufruir de uma bela paisagem, divertir, espremer a máquina e encontrar a nossa felicidade nos vários momentos de alegria proporcionados pelo espírito bravabtt.

Encontro na Ribeira Brava às 8hoo no miminho, para briefing e distribuição do material necessário a levar.

Caso haja condições, partiremos de autocarro para São Vicente (9h00), na paragem da Parada.

Quem por razões alheias não pode estar a hora programada na Ribeira Brava poderá encontrar-se com os Bravabtturistas às 10h00 no Parque industrial de São Vicente.

Realizado o segundo briefing, partiremos em direcção às Ginjas, com uma subida de 9200 metros... Uih! Uih! Uih!

Chegado ao planalto do Paúl, teremos a quinquagésima paragem. Seguiremos, fugidios, pelos trilhos (8010 metros) existentes até ao Jungle Rain onde será servido um almoço, lanche, jantar ou o que quisermos. Daí partiremos pelo alcatrão (6350 metros) até a "Autoban"; onde depois de passar pela via verde, iremos percorrer os trilhos da Fonte do Bispo (15345 metros).

Sempre a rolar e depois da centésima paragem, seguiremos pelo Chão das Vacas (7035 metros), onde entraremos na panela de pressão com uma descida rodopiante de 4125 metros. Paragem obrigatória, briefing para ver o que falta, quem falta e o que falta fazer!

O regresso até a Ribeira Brava é pelo alcatrão (21345 metros), com passagem obrigatória pelo Loreto-Madalena-Anjos-Ponta do Sol-Lombada-Tabua-Ribeira da Tabúa-Pico, por fim e finalmente Ribeira Brava.

Existem porém algumas condicionantes, que devem ser cumpridas à risca:

Chegada para encontro à hora estabelecida;

Água suficiente para o passeio, fruta e barras energéticas;

Duas sandes (a maior e mais recheada ganha um prémio surpresa);

Uma câmara-de-ar;

Impermeável e roupa quente para possíveis condicionantes meteorológicas, acima dos 1400 metros de cota.

Será realizado um despiste anti-dopping (a urina despejada na "natura" não pode acelerar o crescimento das plantas, caso se verifique um crescimento descontrolado das verduras o Bravabtturista será de imediato irradiado do passeio).

O não cumprimento destas condições significará a não validação da inscrição e consequentemente a impossibilidade de participar.

A chegada está prevista para as 19h00 ou mais...

A esta hora estaremos farto e pedalar!


texto adaptado: trilhosvivos srp160

4 comentários:

bh trial racer disse...

Pascal conta comigo as 8h para aventura no autocarro...falei tambem com meu cunhado e vai ficar a alerta para transportar....

Pascal disse...

Okapa!!! Nunca mais é sexta!!!
Reformulei a hora de encontro para as 8h00, para a malta não stressar antes de ir para o autocarro!
Assim temos tempo de confraternizar, organizar as mochilas e colocar os frontais...
IIIHHHH!!!! Nunca mais é sexta!!!!

Pascal disse...

Puxa nunca mais é sexta!!!!

luis disse...

Já estou com um arrepio na barriga, hehehe...
Pois é verdade que nunca mais é sexta...