sexta-feira, abril 01, 2011

Let´s go one more time to Trompica

"Os temerários"
Este passeio contou com a persistência dos que conseguiram, contrariar a vontade de regressar mais cedo.
Foram uns kms bem sofridos, mas muito bem passados.
Logo de manhã a companhia do Nicolau, a sua boa disposição matinal desperta qualquer um, o doping caiu que nem "ginja" e lá fomos em direcção ao local de encontro. A Flash mostrou a sua verdadeira raça, e uma coisa é certa, acompanhar aquele "Armstrong" não é fácil!
Ponto de encontro com o resto da malta (Carlos, Rocha, Eduardo), acompanhados pelo Matias que fez gazeta do tipo "oreo" (come-se a primeira bolacha, e depois arrependemos-nos de não ter ficado somente pelo chãzinho). Não deixou de marcar presença na hora de partida e deu força ao grupo na partida.
Para a próxima esperemos que apareça e que não tenha medo do "Estreitão", aquilo doí, mas não mata!
Passados 01h15 e já estávamos de partida do Cabo Girão, o Nicolau regressou para o Lugar de Baixo, receoso da garganta, que arranhava a cada respiração mais profunda e dos travões que já não travavam de tanto gasto (só acontece a quem pedala).
Por espanto! Sim! Como "fénixes", surgidas das cinzas, encontramos o Carlos e o Fernando que estavam a nossa espera, para a tão sobejada subida à Trompica.
Podemos dizer que é daqueles passeios, que por mais que fazemos temos vontade de voltar!
Ameaçava chover, mas lá fomos temerários, trilhos acima, no meio da bruma em busca do cume, em busca da satisfação pessoal.
Mais uma desistência, desta vez o Eduardo faz uma gazeta do género "morrer na praia", os pneus não eram os mais indicados para fazer o empedrado; nem que fossemos de sapatos de sapateado, com calos a rebentar até aos joelhos, a Trompica não ficava para trás!

Em suma, chegaram ao cume mais dos que partiram!
Não é fácil explicar isso matematicamente, mas isso é o "síndrome-trompica", há uma força que te leva a fazer umas loucuras destas; de vez em quando!
Bem ajam temerários!










02 de Abril de 2011
Partida: 9 h00
Chegada prevista: 13h45
Grau de dificuldade: 4
Grau de dificuldade técnica: 3

Este passeio tem como principal objectivo ligar o Funchal à Trompica, e assim desfrutar da zona alta de Câmara de Lobos, Cabo Girão e Lugar da Serra, não obstante o facto de ser um passeio 60% alcatrão (cof! cof!) e 40% terra (yuupi!), não invalida ser um típico "Brava-trip"; este passeio enquadrar-se-a também numa "espécie de preparação física" para o TRANSMAD, que se aproxima a "pedaladas largas".
Como tal, e atendendo ao principal objectivo, a velocidade imposta ao passeio será de "modo cruzeiro".
O encontro está previsto para as 8h30 na rotunda do trabalhador, afim de preparar toda a logística e "doppar" com cafeína as lycras!


7 comentários:

Pascal disse...

8h30 estamos na Rotunda do trabalhador!
Atenção é 8h30 e não 20h30! É porque às 20h30 a rotunda serve para outra coisa!
=)
=)
Confirmados:
Pascal
Nicolau

Claire disse...

onde fica a rotunda do workman???

Carlos Oliveira disse...

Boa tarde.
Ver se desta vez consigo fazer um comentário, pois não percebo nada disto.

Amanhã estarei às 8 e 30 na rotunda do trabalhador.

Carlos

Carlos Oliveira disse...

Desculpem-me, mas fiquei com uma dúvida... A Rotunda do trabalhador é aquela ao pé do Fórum, não é?

Pascal disse...

ALLO!??
A partida é impreterivelmente às 9h00!
Encontramos-nos na Rotundo do trabalhador, conhecido pela rotunda do enforcado, pelas 8h30 para café!
Té manhã!

Carlos disse...

Quase 4 sempre a subir, custou mas foi delirante.
Foi como um orgasmo, só que durou mais tempo...

Carlos Oliveira disse...

E a descida não foi nada fácil. Deu uma tromba de água na zona do cabo girão que quase mão dava para ver a estrada. Quando cheguei a casa senti-me realizado. MAIS UM DESAFIO ALCANÇADO!